Ainda

Já se passaram quatro meses e eu ainda penso em você…

Ainda fico chateado quando não me responde, ou nem mesmo visualiza minhas mensagens.

Ainda penso no que deu errado…

Acho que a questão não era eu te amar mais do que você me amava, porque você é incrível e nunca me fez sentir que não era amado.

Acho que a questão era que eu estava desesperado, não conseguia pensar na vida sem você…já escrevi sobre isso ne…

Mas acho que agora você não pensa mais em voltar. Isso deve ser a última coisa que passa pela sua cabeça. Lembro que me disse que nunca voltaria com um ex…

Será que te desapontei com as escolhas que fiz? Será que ainda sou muito imaturo? Será que tudo já foi apagado da memória?

É um tanto triste – ou patético? – você ainda ser a última coisa que eu penso antes de dormir e a primeira ao acordar? E talvez você nem pense mais em mim…

Mas se você está feliz não posso ser egoísta e querer mudar isso.

Sempre dissemos que queríamos ver o outro feliz, mesmo que não fosse junto.

Só que é difícil…porque uma hora ou outra meus pensamentos voltam pra você…

E muitas das vezes – se não todas – eu não sei lidar muito bem com tudo isso…

Advertisements

Outro

Dói.

Pensar que você pode ter um outro alguém, dói.

Um outro alguém que vai te fazer sorrir.

Um outro alguém que vai te desejar bom dia e boa noite.

Um outro alguém que vai poder segurar sua mão.

Um outro alguém que vai te chamar de amor.

Um outro alguém que vai te abraçar.

Um outro alguém que vai ouvir o som da sua voz.

Um outro alguém que vai te beijar.

Um outro alguém que vai partilhar a vida com você.

Um outro alguém que vai conhecer sua família.

Um outro alguém que vai conhecer seus amigos.

Um outro alguém que vai falar “eu te amo”.

Um outro alguém que vai poder viver o infinito que é você.

Um outro alguém que vai te fazer feliz.

Dói…

Mas se você está feliz assim, se você está melhor sem mim…quem sou eu pra dizer alguma coisa, não é?

Só o que eu posso fazer é te desejar toda a felicidade do universo, porque é o que você merece. Isso e muito mais. Você é uma pessoa incrível e não pode deixar de espalhar essa luz que irradia por onde for.

Mesmo se não for comigo, quero que seja feliz.

Palavras perdidas no vento

É estranho não poder te ver.

É estranho ter que medir minhas palavras pra não deixar as coisas estranhas.

É estranho ficar tanto tempo sem ouvir sua voz.

É estranho demais essa vida longe de você.

Tenho que me controlar várias vezes pra não soltar um “to com saudade” ou pra não dizer que te amo.

Tenho que me controlar pra não pedir um áudio seu falando qualquer coisa ou uma foto de você sorrindo.

Queria tanto poder voltar a te visitar toda semana e passar a tarde toda juntos.

Queria tanto poder voltar a fazer carinho, segurar sua mão, te beijar e simplesmente ser e estar com você.

Mas são coisas que, pelo menos por agora – e quem sabe por quanto tempo -, só poderei soprar aos quatro ventos, na esperança que alguma delas alcance seus ouvidos e te traga de volta pra mim…

Às vezes…

Às vezes eu acho que estou estragando qualquer chance que a gente tinha de voltar…

 

Espero estar errado.

Louco, talvez

Sei que você deve me achar meio louco.

Por eu me desesperar quando você não manda mensagens.

Por querer sempre saber se está tudo bem.

Por não conseguir te deixar em paz por um dia.

Por entrar em pânico quando não consigo falar com você.

Mas a verdade é que eu tenho medo.

E esse medo faz minha cabeça funcionar de um jeito estúpido e estranho.

Já leu Tartarugas Até Lá Embaixo? É mais ou menos como a espiral que a Aza enfrenta. Milhares de pensamentos se chocam e tentam se colocar sob os holofotes. Mesmo que eu não queira pensar aquilo, lá eles estão, prontos para serem pensados. E eu me afundo na espiral, que vai se afunilando mas nunca acaba.

Talvez, no fim, eu seja mesmo maluco. Talvez, quem sabe?

Mas se tem algo que eu sei é que tenho medo.

Medo de te perder.

Talvez, no fim, eu seja mesmo maluco.

Mas não somos todos quando há amor envolvido?

0.8

Hoje nós faríamos 8.

8 meses de namoro, da maior felicidade que já senti.

8 meses de sorrisos, brincadeiras e amor.

8 meses de carinho e mensagens bobas.

8 meses de discussões e ciúme.

8 meses do melhor abraço e do melhor beijo.

8 meses da melhor voz e do melhor olhar.

8 meses de “quando vamos morar junto?”.

8 meses de dificuldades e companheirismo.

8 meses de conquistas e futuro.

8 meses de você e eu.

Acordei hoje e passei a manhã relendo meu diário. Revivendo as memórias, relembrando as sensações. Deu um aperto no peito. Não quero que acabe.

Fico imaginando como seria se ainda estivéssemos juntos. Eu iria te visitar depois do almoço, caminhando sob o sol escaldante da tarde, mas sem me importar porque estaria indo te ver, e passaríamos a tarde agarrados assistindo Netflix. Eu só sairia daí depois das 22h e não acharia nem um pouco tarde, mesmo você me dizendo que é perigoso andar sozinho à noite. Quanto mais tempo com você, melhor.

O tempo já não faz mais sentido agora…

Espero que saiba que não me arrependo de nenhum momento que passamos juntos.

O meu único arrependimento foi não conseguir fazer você ficar.

Sei que isso não depende só de mim, mas eu sinto que te perdi e a culpa foi minha.

8 meses perdidos por birra e egoísmo.

Você me amava, e eu sabia disso.

Você me amava, e não devia precisar me provar.

Você me amava.

Conjugação de verbo no passado. Droga…

Será que algum dia amar será presente?

Eu te amo…mas já não sei se consegue me ouvir…

Eu te amo…mas talvez seja tarde demais…

Eu te amo…

Volta pra mim…?

Sorria

Sei que não estamos mais juntos.

Sei que não posso ficar te mandando mensagens como fazia antes.

Mas sempre que consigo conversar com você acho que cê não tem ideia de como isso me faz bem. Só de poder continuar sendo seu amigo, ainda estar presente na sua vida – e você na minha -, já fico mais calmo.

O que me deixa mais feliz é quando consigo te fazer sorrir e rir com alguma coisa que eu falo. Saber que ainda consigo alegrar seu dia de alguma forma, mesmo que por alguns segundos, é tão bom. Porque ainda me preocupo com você e quero seu bem. Quero que saiba, sempre, que estou aqui e não vou te abandonar. Por isso tento arranjar desculpas pra te mandar, pelo menos, uma mensagem todo dia. Um vídeo, uma série, um “tenha um ótimo dia”. Pra você saber que continuo aqui. Que não desisti, que não fui embora.

Mas sei que preciso te dar espaço, também, por isso tento não exagerar. É difícil, mas estamos trabalhando nisso.

Tudo o que preciso é saber que está feliz, que está bem e que não vai se afastar de mim.

Então…sorria, tá bom?

Ganância É Uma Merda

Às vezes você tem tudo que precisa, que sempre sonhou, mas de repente você quer mais, não pode ter só aquilo. E você exagera, passa dos limites, se torna quem você dizia que jamais se tornaria.

VOCÊ TINHA TUDO. AGORA TEM NADA.

Eu tinha ele. Sabia que ele não podia me dar a quantidade de atenção (que btw era ridícula de exagerada) que eu tava querendo. Sabia que ele ta reestruturando a vida. Sabia que ele precisava de espaço. Sabia de tudo. Mas preferi me desvencilhar do caminho certo e seguir pelo mais fácil.

Não quero ser aqueles namorados que forçam o outro a falar as coisas.

Não quero ser daqueles que exige resposta imediata.

Não quero ser stalker pra saber se ele ta online.

Não quero ser daqueles que fica cobrando atenção.

Não queria…mas acabei sendo. E por sê-lo, acabei perdendo.

No final, o único “não quero” que permaneceu igual foi:

Não quero te perder.

Mas agora é tarde…

e se vai mudar…

se ele vai voltar…

Só o tempo vai dizer…